Busque tudo que precisa
Blog com dicas para Mamães!
informações valiosas para o dia-a-dia

Beijo em crianças: sinal de carinho ou perigo?

Beijo em criancas

Quem nunca teve vontade de beijar um recém-nascido? Tal atitude pode, no entanto, ser perigosa para a saúde do bebê. Segundo a pediatra do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Natacha Sakai, nessa fase, os cuidados devem ser redobrados, pois o sistema imunológico ainda é extremamente frágil.

"Apesar da maior parte das infecções ocorrerem durante o parto, cerca de 10% dos casos de herpes em recém-nascidos são registrados no período pós-natal, por meio do contato com lesões ou até mesmo com leite contaminado com o vírus", salienta.

Leia mais...

Crianças vs TV: menos é melhor

Criancas vs TV

É claro que a recomendação da Academia Americana de Pediatria sobre o tempo de tela para crianças menores de 2 anos não tem sido seguida. Aproximadamente 40% das crianças já estão assistindo TV aos 3 meses de idade e cerca de 90% estão assistindo TV aos 24 meses. A idade mediana de início da visualização é de 9 meses.

Não dá para fugir da tentação de interagir com telas em torno da casa. Elas estão em toda parte; nas cozinhas, nas salas de estar, nas salas de televisão e até mesmo em nossos banheiros e camas. Com a conveniência de programas de streaming como Netflix e YouTube e a portabilidade e acessibilidade de iPads, smartphones e smart TVs, estamos constantemente inundados com imagens, sons e uma série de distrações multimídia.

Leia mais...

As Alergias e as crianças

As Alergias e as criancas

Alérgeno é um termo geral usado para descrever algo que causa uma reação alérgica. Os alérgenos são proteínas minúsculas encontradas em certas substâncias. Alguns são transportados pelo ar, como o pólen e os fungos, enquanto outros são encontrados em alimentos, como os mariscos, o amendoim e o leite.

Por exemplo: o veneno de um inseto contém alérgenos, assim como algumas plantas, como a hera venenosa. Os alérgenos também existem no ambiente doméstico, sob a forma de ácaros, que são os que mais agridem as crianças. Só as pessoas com propensão a adquirir hipersensibilidade são afetadas por esses alérgenos.

Leia mais...

Leite e atividade física na infância

Leite e atividade fisica na infancia

Incentivar as crianças a correr, pular ou praticar um esporte não é só uma maneira de gastar sua energia e de prevenir a obesidade. Fazer atividades físicas é fundamental para que elas desenvolvam a força muscular e estimula seu metabolismo ósseo, segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP).

É aí que o leite entra na jogada. Afinal, é a melhor fonte de cálcio, o mineral essencial para desenvolver ossos fortes, e tem proteínas importantes para criar massa muscular, aponta a pediatra Ana Escobar. “As crianças precisam de 500 mg de cálcio por dia. Dois copos de leite já provêm isso”, explica.

Para a SBP, o ideal para garantir a formação adequada da massa óssea é consumir 600 ml de leite ou três porções de leite e derivados por dia.

Leia mais...

A alimentação influencia no desempenho escolar?

A alimentacao influencia no desempenho escolar

Como todas as mamães e papais já devem saber, a alimentação afeta o desempenho escolar das crianças e dos adolescentes. Afinal: “saco vazio não para em pé”. Mas de que forma a nutrição afeta a concentração e o desempenho dos nossos pequenos? Entenda como as formas de alimentação impactam o desempenho escolar. E antes de falar da nutrição em si, devemos lembrar que crianças e adolescentes estão ainda com o corpo em formação.

Pesquisas recentes descobriram que o cérebro termina sua formação apenas por volta dos 21 anos de idade, ou seja, qualquer contusão nessa área ou deficiência de nutrientes até esta idade pode afetar a forma como raciocinamos de maneira extrema. Em particular, o cérebro consome muita energia. Na verdade, em algumas atividades nosso cérebro chega a gerar energia suficiente para acender uma lâmpada de 25w.

Contudo, o cérebro precisa de muita energia para funcionar e precisa de bastante água para manter sua temperatura normal, oxigená-lo e manter as membranas dos neurônios intactas, o que assegura uma melhor transmissão de informação entre uma célula e outra.

Leia mais...

Conjuntivite em recém-nascido

Conjuntivite em recem nascido

As mamães de primeira viagem ou mesmo as que já tiveram bebês podem não conhecer alguns procedimentos que ocorrem com o seu bebê logo que ele nasce. E um desses cuidados após o nascimento é a utilização de um colírio de nitrato de prata.

O colírio de nitrato de prata serve para a prevenção de alguns tipos de conjuntivites, chamadas de oftalmias neonatais, que podem acontecer de alguns dias de vida até o fim do primeiro mês de vida do bebê.

Nos primeiros três dias de idade pode aparecer nos olhinhos de seus filhos uma vermelhidão em reação ao colírio de nitrato de prata usado ao nascimento. Essa irritação, entretanto, é normal e logo desaparece.

O problema aparece quando o contágio dos olhos do bebê ocorre durante o parto. A mamãe pode estar contaminada por bactérias ou vírus em sua flora vaginal, “passando” esses bichinhos para seu bebê.

Leia mais...

Os cuidados da atividade física na gestação gemelar

Os cuidados da atividade fisica na gestacao gemelar2

Sabe-se que durante a gravidez, a prática de atividade física é recomendada por gerar diversos benefícios para a mãe e para o bebê, mas será que a mesma recomendação é válida no caso de uma gravidez de gêmeos?

Segundo o obstetra Dr. Wagner Hernandez, especialista em gestação múltipla, em uma gravidez gemelar saudável a prática de atividade física é recomendada, mas sempre com cautela. “A gestação gemelar sobrecarrega intensamente o organismo da mulher, tanto pelo peso, como pela maior demanda do sistema cardiovascular. Estar bem condicionada fisicamente, permite que a grávida de gêmeos consiga estar mais disposta, diminui a incidência de dores nas costas, ajuda no controle de peso, repercute em menores casos de incontinência urinária, além de diminuir a chance de desenvolver diabetes gestacional e pré-eclampsia”. O obstetra ainda orienta que as atividades tenham baixo impacto, como os exercícios feitos na água, yoga, pilates e caminhada, o que reduz a sobrecarga articular.

Leia mais...

Cuidado com o açúcar

Cuidado com o acucar

ATENÇÃO!
Até o sexto mês de vida o bebê deverá ser alimentado exclusivamente com o leite materno. Ele não precisará de água ou chás. Qualquer mudança nessa regra deverá ser feita com orientação do pediatra.

Cuidado com o açúcar

O açúcar em excesso é um perigo, e não só para os dentes. Pediatras da Escola de Medicina da Universidade de Yale concluíram uma investigação que comprovou antiga suspeita: a ingestão excessiva de açúcar pode deixar as crianças pequenas irritadas e dispersivas. É que o doce, além de provocar mais concentração de insulina no sangue, também aumenta a quantidade de adrenalina; e esse hormônio, em excesso, pode provocar ansiedade, excitação e dificuldade de concentração.

Leia mais...

Dicas para acalmar o choro do seu bebê

Dicas para acalmar o choro do seu bebe

O choro é o único meio de comunicação que os bebês têm para manifestar a suas necessidades. Por isso, certifique-se, primeiro, que este não resulta de fome, fralda suja, sono ou doença. Se depois de tudo isto ele continuar a chorar, então poderá tentar as seguintes técnicas:

Coloque o seu bebê numa espreguiçadeira própria ou num berço que dê para baloiçar. Geralmente, estes movimentos levam a um suave embalar e acabam por acalma-lo.

Faça massagens. Não precisa de executar uma técnica em especial. Faça gestos suaves e lentos no tronco e/ou membros, pois os bebês gostam muito de caricias.

Coloque-o no carrinho de bebê e leve-o a passear, seja na rua ou mesmo em casa. Pode também tentar embalá-lo neste, fazendo oscilações curtas, suaves e ritmadas com o carrinho.

Leia mais...

Carinho da mamãe cura dodói

Carinho da mamae cura dodoi

Quem é que nunca deu um beijinho no machucado do filho dizendo que a dor já ia passar? E quando a mãe improvisa uma milagreira massagem (mesmo sem nunca ter colocado os pés em um curso especializado) quando o pequeno sofre uma pancada na mesa ou jogando futebol? E os poderes bombásticos de um gostoso cafuné quando a criança está de cama? O mais interessante e gratificante é que todos esses artifícios de fato amenizam e muito a dor.

O bombardeio de carinho na criança nos momentos de dor tem muita força, viu. Isso porque uma área do cérebro é ativada quando se recebe um carinho, liberando descargas elétricas que diminuem a sensação de dor. Demonstrações de afeto geram um efeito de proteção e prazer.

Leia mais...

Qual foi o primeiro alimento que seu bebê experimentou?

alimento que seu bebe

Meu bebê completou 6 meses, e agora? O que vou dar? Qual o melhor alimento? Bom, as mamães ficam inseguras mesmo nesse momento da introdução alimentar, tem medo do engasgo, dos choros, da rejeição da criança, mas é neste momento que o organismo da criança já está preparado para receber alimentos diferentes do leite materno, que são chamados de alimentos complementares.

E o que são alimentos complementares?

O nome já diz tudo: é para complementar o leite materno e não para substituí-lo. A introdução dos alimentos complementares deve ser lenta e gradual. O bebê tende a rejeitar as primeiras ofertas do(s) alimento(s), pois tudo é novo: a colher, a consistência e o sabor. No início, a quantidade de alimentos que a criança ingere é pequena e a mãe pode oferecer o peito após a refeição com os alimentos complementares.

Leia mais...

Estimule o seu bebê: Ajude-o a crescer!

Estimule o seu bebe Ajude o a crescer

Vários estudos, ao longo dos anos, demonstram que a capacidade que os bebês têm de aprender é muito maior do que aquilo que se pensava e que, com os estímulos adequados a cada fase, poderemos contribuir para um melhor desenvolvimento do bebê. Estes estudos também demonstraram que os bebês precisam de estímulos para se desenvolverem a todos os níveis: intelectual, motor e social. Ao estimular o seu bebê, além de o ajudar nestes três níveis, está a estabelecer laços afetivos que serão a base emocional que apoiará todo o seu desenvolvimento e o acompanhará toda a sua vida.

O bebê, dias após o seu nascimento, já consegue distinguir a voz humana de outros sons, reconhecer rostos, vozes e até o cheiro dos pais.

Leia mais...

Dicas para adormecer o seu bebê

Dicas para adormecer o seu bebê

Ao chegar a casa, ao fim da tarde, evite brincadeiras agitadas com o seu filho ou discussões entre o casal, ou ainda, conflitos com o seu próprio filho. Lembre-se que chegado o fim do dia, a criança se encontra mais cansada e, consequentemente mais susceptível de ficar irritada ou ansiosa, prejudicando-a na hora de adormecer. Também os pais estarão mais cansados e com menos paciência e, por isso, terão de fazer um esforço extra para criar o ambiente apropriado.

Leia mais...

10 passos para uma alimentação saudável na gravidez

alimentacao saudavel na gravidez

Na gravidez é essencial manter uma alimentação saudável e balanceada, porque o bebê irá precisar dos nutrientes para poder se desenvolver. Então não basta apenas sair comendo tudo o que dá vontade, porque além de engordar mais do que o indicado, você pode não estar se alimentando com tudo o que é necessário. Separamos dicas para você saber exatamente como agir nesse momento.

Leia mais...

Depressão pós-parto

Depressão pos parto

A depressão pós-parto é surpreendentemente comum. Estima-se que ela afete cerca de 10 por cento das mulheres que tiveram bebê. Os sintomas incluem ansiedade, falta de energia e mudanças no padrão de sono e de alimentação.

Depressão é uma doença como outra qualquer, que exige tratamento, incluindo remédios e terapia. Acima de tudo, depressão pós-parto não é culpa da mulher, nem significa rejeição ao bebê.

Leia mais...

Entenda porquê usar Cinta após o Parto

cinta pos parto

A cinta modeladora pós-parto é recomendada por alguns médicos, pois ela ajuda a reorganizar os órgãos da mulher em seu devido lugar, a diminuir o inchaço, a flacidez e ajuda a dar mais segurança para a mulher se locomover, tossir ou dirigir, principalmente depois de uma cesárea, conferindo uma melhor silhueta do corpo da mulher.

No entanto, há médicos que não recomendam o uso constante da cinta porque ela pode dificultar os movimentos dos músculos abdominais e perturbar o fluxo sanguíneo, como acontece durante a prática de exercício físico.

Assim, é muito importante a mulher conversar com o médico antes de usar qualquer cinta ou faixa pós-parto e, decidir a sua necessidade, porque não usar a cinta pode levar a formação de um seroma, que é caracterizado pelo acumulo de líquido no local da cesária.

Leia mais...

Compartilhe

Renata Alcântara

b3

Apaixonada por bebês e trabalhando com mães por muitos anos, senti a necessidade em ajudar famílias a ter qualidade de vida, proporcionando harmonia e sono restaurador.  Ajudando aos pais a entender e ensinar bons hábitos de sono ao bebê a partir do primeiro dia de vida com amor e respeito. 

n1

certificações 

z1

 

z2

 

z3

 

z4